24/07/2012

Poemas de Albert Einstein

Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.

As coisas mais maravilhosas
que podemos experimentar são as misteriosas. 
Elas são a origem de toda verdadeira arte e ciência.

Aquele para quem essa sensação é um estranho, 
aquele que não mais consegue parar para admirar 
e extasiar-se em veneração, é como se estivesse
 morto: seus olhos estão fechados.

Sabemos como é a vida: num dia dá tudo certo
e no outro as coisas já não são tão perfeitas assim.
Altos e baixos fazem parte da construção
do nosso caráter.Afinal, cada momento, 
cada situação, que enfrentamos
 em nossas trajetóriasé um desafio, 
uma oportunidade única de aprender, 
de se tornar uma pessoa melhor.

Só depende de nós, das nossas escolhas...
Não sei se estou perto ou longe demais
se peguei o rumo certo ou errado.
Sei apenas que sigo em frente, 
vivendo dias iguais de forma diferente.
Já não caminho mais sozinho, levo comigo
cada recordação, cada vivência, cada lição. 
E, mesmo que tudo não ande da forma
que eu gostaria, saber que já
 não sou a mesma de ontem
me faz perceber que valeu a pena.
Procure ser uma pessoa de valor,
em vez de procurar ser 
uma pessoa de sucesso
O sucesso é só conseqüência.

"A coisa mais bela que 
podemos vivenciar é o mistério.
Ele é fonte fundamental de toda 
verdadeira arte e de toda ciência.
Aquele que não o conhece e não 
mais se maravilha, paralisado
 em êxtase, é como se estivesse
 morto: seus olhos estão fechados.
Eu quero saber como Deus pensa.
O resto... são detalhes."
Albert Einstein.

Nenhum comentário:

Postar um comentário