18/11/2011

Respeito as Diferenças

Esse é o pior dos mundos possíveis.Com todas as suas variantes e diferenças, com toda a sua multiplicidade, durante o seu desenvolvimento, a realidade íntima do mundo e do homem é sempre a mesma vontade onipotente; a própria história é sempre a repetição do mesmo acontecimento sob aparências diversas: a vontade de viver determinado o sofrimento como condição humana: VIVER É SOFRER..
Arthur Schopenhauer.

As vezes tentamos mudar a forma de ser de uma pessoa achando assim ,que estamos lhe fazendo o bem mas esquecemos que se nos aproximamos desta pessoa  é porque devemos aprender conviver e respeitar as diferenças sabendo que nem sempre encontraremos pessoas parecidas como a gente.E será nesse momento que devemos respeitar.O modo de agir de pensar de alguem.Sabemos que nunca acharemos ninguem no Mundo inteiro igual a nòsAs vezes parecidos mas nunca iguais...
Bruna Trenelly.






Nenhum comentário:

Postar um comentário